98,9 SINOP
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 mês atrás - 29/11/2021

Com diagnóstico inicial, chance de cura do câncer de próstata é entorno de 90%, diz especialista

FOTO: Assessoria
FOTO: Assessoria


O mês está acabando, mas a conscientização do Novembro Azul, é válida para o ano todo. Afinal, câncer é um assunto sério e de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), ele abrange mais de 100 diferentes doenças malignas. Sendo que a característica mais comum entre as patologias é o crescimento desordenado de células que podem invadir tecidos de outros órgãos.


Na última pesquisa feita pelo instituto em todo o país, mostra mais de 625 mil novos casos diagnosticados somente em 2020. Sendo cerca de 309 mil em homens, no caso o câncer de próstata é o que lidera negativamente a lista, com 29,2%, correspondente a 65.840 novos diagnósticos. Em seguida vem o câncer de cólon e reto com 9,1% dos casos.


Para se ter uma ideia, ainda segundo dados do INCA, aqui em Mato Grosso, a taxa estimada é de 79,62 casos para cada 100 mil homens. Por mais que não tenha um sintoma específico inicial, é preciso estar atendo aos sintomas, como detalha o médico urologista do Instituto de Urologia de Sinop, Dr. Evandro Garcia.


Numa fase inicial, ele é praticamente assintomático. O paciente depois de alguns anos, já com o câncer, isso pode demorar três, quatro anos, ele pode apresentar dificuldade para urinar, ele pode ter sangramento na urina e esperma, uma sensação de irritação no canal, na bexiga. O que é mais presente é essa dificuldade, isso confunde muito com uma outra doença chamada hiperplasia prostática beligna”, explicou.


Mas de toda forma, como enfatiza a campanha Novembro Azul, a prevenção salva vidas e é mais do que preciso estar prevenido.


Fazer o diagnóstico na fase inicial para que ele tenha chance de tratamento curativo. Porque hoje você trata câncer de prostata na fase inicial com a intenção de curar o paciente e tem uma fase em que o tumor está mais avançado e você faz o tratamento paliativo. Por isso que é feita a prevenção. Orientamos os homens que a partir dos 40 anos que comece a fazer o exame de sangue, que chamamos de PSA. Os homens em geral, a partir dos 50 anos de idade, realizar os exames retal e PSA. Homens afrodescendentes e com familiar com câncer de próstata, que faça já nos 40, 45 anos”, orientou.


O especialista do Instituto de Urologia de Sinop, ainda explica que a taxa de cura quando diagnosticados no início, é de 90%.


O paciente que faz o diagnóstico na fase inicial, ele tem chance de cura na casa dos 90%... 94, 96%. Aí tem alguns detalhes de idade, estadiamento do tumor”, enfatizou.

FONTE: Lívia Kriukas / Redação Meridional Notícias